sábado, 8 de dezembro de 2018

Detalhe de quadro

Postado por uma amiga no fb. Reproduzido aqui em resposta aos/ às obscurantistas que querem reprimir imagens lindas e poéticas assim. Sempre em campanha contra todas as formas de jihadismo ( oriental ou ocidental).

Avianca perdeu minha bagagem

Estou em viagem para Cabo Verde. Partida do Rio de Janeiro para Salvador (Brasil) onde apanho o voo para a ilha do Sal. A bagagem despachada no Rio de Janeiro não chegou e a companhia transportadora Avianca não tem ideia de onde ela está. Faz 9 horas. Vou viajar com a roupa do corpo, o lap top documentos, algum dinheiro.

sábado, 1 de dezembro de 2018

Paris aujourd'hui

Na sequencia das manifestações dos "coletes amarelos", diversos grupos entraram em choque com a polícia nos Champs Elysées e proximidades. Carros incendiados, lojas pilhadas e, até há pouco, cerca de 200 prisões e 65 feridos, dos quais 11 da policia. Manifestações em diversas cidades francesas. Fotos do "Le Monde" desta manhã e inicio da tarde:

Anne Hidalgo, "maire" de Paris condenou a violência e disse que a França conhece uma crise maior,cuja solução depende de dialogo.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Paixão




Dos/Das que não temem os fanáticos das guerras santas nem a estupidez de gente frustrada e recalcada.
(foto recolhida na Internet sem autor identificado; os cortes de rosto são meus)

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

ultimando novembro

Dirigente caboverdiana citada pelo " Expresso das Ilhas" refere menos violência de gênero no país mas feminicidios mais violentos. A Ucrania decretou lei marcial junto à fronteira russa após incidentes navais perto da Criméia. O Palmeiras ganhou ontem o campeonato brasileiro e o Flamengo ficou em segundo. Lula acusado de corrupção em contratos de empresa brasileira na Guiné Equatorial.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Mito de Leda com o Cisne

Arqueólogos acabam de descobrir no sitio de Pompeia uma imagem erótica, datada do século I, relativa a esse velho mito grego. Segundo a mitologia, Leda, rainha de Esparta, foi violada por Zeus, disfarçado de cisne. Depois fez sexo com o seu marido, rei de Esparta, dando lugar a quatro gêmeos/as, uma das quais a futura Helena de Troia. Este mito  foi trabalhado por grandes artistas do Renascimento, como Michelangelo e Da Vinci, tornando-se obras primas da arte erótica.
imagem agora recuperada das ruínas soterradas de Pompeia.
quadro de Michelangelo sobre a momento da relação entre Leda e o Cisne
quadro de Leonardo da Vinci incluindo já  a fertilização dos dois óvulos.

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Arte século XVI

Em exposição na capital britânica quadros do pintor italiano seiscentista, Lorenzo Lotto. O retrato de Andrea Odoni (datado de 1527) chama  atenção. Ele é concebido com base nos mesmos critérios dos demais retratos feitos por Lotto - sempre conectados com alguma realidade da época ou do retratado - mas também (como o critico de arte da BBc enfatiza) pela introdução de humor adolescente da época. Isto seria revelado pelas duas estatuetas de bronze junto ao cotovelo esquerdo de Odoni. O quadro é da coleção real, conforme está na reprodução do site da BBC:

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Trump x Macron

O Presidente dos USA largou um twitter contra o homólogo francês, ainda a propósito do ataque contra o nacionalismo feito por Macron no Arco do Triunfo, dia 11 último. Macron opôs o patriotismo ao nacionalismo. Trump defende o nacionalismo e usou linguagem pouco decente, segundo altos círculos governamentais em Paris. Aqueles, são dois conceitos muito próximos e, para muita gente,  nem haveria diferença. Conceito oposto seria internacionalismo ou cosmopolitismo, que também parecem semelhantes entre si. No entanto, outras divergências estão por detrás deste ataque de Trump.


domingo, 11 de novembro de 2018

11 de novembro - Angola

43º aniversário da Independência

11 de novembro-Paris

Nos cem anos de armistício da Primeira Guerra Mundial, militante Femen faz protesto e é presa. Macron pronunciou discurso onde a frase principal foi " o patriotismo é o oposto do nacionalismo".

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Asia Bibi

A cristã paquistanesa de que falei em postagem da semana passada continua no Paquistão mas já não estaria presa, dizem fontes governamentais. Ontem circulavam rumores de sua ida para o exterior. Não confirmados, portanto.

Na teia de aranha


Publicidade e ofertas são da responsabilidade do You Tube, não minha.

domingo, 4 de novembro de 2018

Nova Caledónia Resultados

Referendo sobre estatuto da Nova Caledónia. Pela manutenção como território francês: 56,4%. Pela independência: 43,6%. Taxa de participação : 81%. A margem entre as duas opções revelou-se inferior ás previsões. Dentro de dois anos será convocado novo referendo. Nas imagens: mapa de localização do território e eleitores neste domingo.

Nova Caledónia e Estados Unidos

Considerando o fuso horário do Pacifico Oriental, a Nova Caledónia está em torno do meio dia e, a esta hora, cerca de 41% dos 174 mil eleitores já votaram no referendo para escolher entre a Independência ou permanecer francesa. Segundo as sondagens de opinião, a maioria deve votar não à Independência. Se tal se confirmar, outro referendo poderá ser convocado dentro de dois anos.
Nos USA a campanha eleitoral para as eleições de meio mandato está na reta final. Trump usa o medo à imigração como instrumento principal e os democratas fizeram apelo a participação ativa de Obama. Ontem ele fez um muito notado discurso em Atlanta. A votação terá lugar na terça feira, 6.

sábado, 3 de novembro de 2018

Mais ameaça

A paquistanesa cristã, Asia Bibi, condenada á morte por blasfémia há 9 anos e recentemente absolvida, está proibida de deixar o país,  evidente risco de morte a qualquer momento devido a ameça dos extremistas islâmicos. O seu advogado conseguiu sair. Asia Bibi está assim obrigada a viver na clandestinidade e espero que tenha as solidariedades indispensáveis. A BBC publicou esta foto de manifestantes sectários pedindo  a morte dela:

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Sexo Raça e Colonias

"Sexe, race et colonies - l'autre Histoire des empires" de Pascal Blanchad et Nicolas Bancel - ed. La Decouverte - Paris - 2018. Prefacio de Achilles Mbembe. Um livro do qual creio já ter falado aqui, continua a gerar muito interesse e, em certos casos, manifestações de desagrado devido ao caráter chocante de muitas das fotos. Os autores estavam conscientes desse risco e decidiram mantê-las como prova dos prolongamentos sexuais da opressão colonial. A revista online "AOC- Analyse Opinion Critique" com data de amanhã, publica um texto dos autores também publicado na "Jeune Afrique". No final do próximo ano será traduzido em inglês nos USA.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Adolfo Maria e poesia

Recebi o convite e só não vou porque não estou lá. Quem estiver e gostar de poesia, vale a pena. 



Brasil em Transe

Lembrei um título de filme do Glauber Rocha dos anos 60 ou 70 (Terra em Transe) e adaptei. Mas o Brasil está em transe. Uns felizes, outros muito tristes. Após os anos Lula e os meses Temer vêm aí os anos Bolsonaro. Brasil  seus ciclos, períodos e pendulos.

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

sábado, 20 de outubro de 2018

Caindo a máscara do machismo e do politico-puritanismo



Transcrição dum mural argentino no Facebook 


Te pasaste la vida entera tratando de vernos las tetas, mirando a contraluz nuestra blusa en el colegio, mirando por el cerrojo de la puerta del camarín de chicas; pidiendo escotes a gritos, rezando por la moda de las transparencias; celebrando con locura el Whatsapp de tu liga de fútbol.

Te has pasado años poniéndoles nombres, una vida entera clasificando tetas y deseando tocarlas; las manoseas en mujeres un poco borrachas, las indicas desde lejos en la playa, vitoreas las poleras mojadas y te preguntas si se te va a parar la pichula en una playa nudista.

Pero hoy, que salen las tetas a marchar, sin pedirte permiso, hoy que se te entregan coronadas por una capucha carmesí, revolucionaria, combativa y poética; entonces ya no te gustan, de pronto ya no quieres verlas.

¡Las encapuchadas de la marcha te cagaron el fetiche, machito! Te pusieron las tetas en los diarios y las sacaron de la web porno -que visitas a solas y con la mano engrasada- para tomarse los noticieros, lamento cagarte la fiesta, pero las tetas son nuestras y las sacamos al aire cuando queremos.

Sólo les gustan las tetas cuando se ponen a disposición de su placer. Si no, es innecesario, es vulgar, es incorrecto. No les gusta verlas amamantando, no les gusta verlas marchando. No les gustan las tetas si no están listas y dispuestas para sus pajas.
Bernardita Ruffinelli

ditadura saudita

Manchete do N. Y. Times:
Top Stories: Saudi Arabia silences dissent online by swarming critics like Jamal Khashoggi with trolls. It also appeared to groom a Twitter insider to spy.

O jornalista foi assassinado dentro do consulado da A. S.  em Istambul. Segundo autoridades turcas ele foi torturado, morto e seu corpo desmembrado e provavelmente enterrado numa floresta. As buscas prosseguem. Fontes sauditas de oposição  (naturalmente anonimas) afirmam que este crime faz parte dum plano determinado pelo Príncipe governante MBS para eliminar os críticos.
O regime Saudita é há muito denunciado como tirania pelos movimentos de D. H..Seus princípios são próximos do Estado Islâmico e está no poder. Se houver coerência na luta ambos devem ser igualmente enfrentados.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Acabar com sentimentos negativos sobre o corpo

É esse o sentido da campanha da blogueira Alexandra Gurgel, do "Alexandrismos", ao propor paz com o corpo, qualquer que seja a sua forma ou detalhes. Autora do livro "Pare de se odiar" (ed. Record), assinala viver livremente e assumindo seu corpo sem complexos. Reportagens sobre ela referem que muitas mulheres deixam de ir à praia por motivos de excesso de peso, magreza, celulite, etc. e ela sublinha a urgência de se ultrapassarem esses motivos, como ela própria já fez. Uma mensagem que  coincide com as nossas colocações contra os preconceitos relativos ao corpo, seja de puritanismos, imposição de  critérios de beleza ou repressões contra expressões corporais.
foto Universa/Hysteria/Uol


Notícias de Cabo Verde

Enviadas por Facebook por Filinto Silva:

                             Notas soltas

Viva Arnaldo França

Por conta de uma homenagem ao intelectual e literato Arnaldo França, com a inauguração pela E. Neves da Livraria Arnaldo França, hoje na cidade da Praia e o lançamento de uma nova edição de ‘Notas sobre poesia e ficção cabo-verdianas’, o confrade Jorge Tolentino escreveu um (mais que oportuno) post sobre a Revista Raízes. Apesar do nome emblemático, esta revista foi um arauto para os rizomas da literatura cabo-verdiana contemporânea...

Bem-haja, Pen Clube de Cabo Verde

O Pen Clube de Cabo Verde, o Centro Pen Cabo Verde, foi aprovado por unanimidade, no Congresso do Pen Internacional, que se realizou no passado dia 20 de Setembro, em Pune, Índia.

Festival Morabeza

Saudamos os organizadores e os participantes da 2ª edição do Festival Morabeza que ocorre este mês no Mindelo. Um evento também voltado para a promoção do livro, da leitura e da literatura nacional e lusófona. Sempre de portas abertas para o mundo.

Saravá Leitura

Um saravá consequente à revista Leitura, da Livraria Pedro Cardoso, dedicada aos livros, aos autores e aos leitores da "coisa literária", bem como às artes e ideias, ora em terceira edição. Faz falta, o quanto faz, o alargamento do espaço de recensão e de crítica, sem as quais o puro escrever ficará sem "avisos à navegação".

Mindelact

Ei-la a 24ª edição do Festival Internacional de Teatro do Mindelo (Mindelact) e que já se prenuncia valente e dinâmica, agenda teatral e cultural sumarenta, como sempre. Mindelact, 2 a 11 de novembro, ressoa no mundo e em mais mundos do que imaginamos. Estarão este ano 14 países representados: Alemanha, Angola, Argentina, Brasil, Cabo Verde, Croácia, Cuba, Espanha, França, Gana, Marrocos, Portugal, República Checa e Uruguai. Obra...

Morreste-me

Em Frankfurt, suscitou muita curiosidade a tradução (por mim e em curso) do “Morreste-me”, de José Luís Peixoto, para a língua cabo-verdiana, já com apoio da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), de Portugal. É uma das obras mais existencialistas e avassaladoras, traduzida em vários idiomas, de JLP...curador do Festival de Literatura-Mundo do Sal.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

eleições no Brasil 1

Os dois presidenciáveis procuram agora passar imagens de moderação enquanto as candidaturas com menor votação declaram-se neutras. É provável que não hajam debates televisivos entre Bolsonaro e Haddad pois o candidato direitista declara não ter autorização médica para tal. Pelo menos nas duas próximas semanas.

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

leitura e filme

Acabei de ler
E agora estou no meio do filme "A Promessa" de Terry Georges sobre o genocídio arménio na Turquia em começos do século XX. Espero que nenhuma das duas situações se repita. Mas já não garanto nada.

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Feira do Livro de Frankfurt

Considerações de Filinto Silva, da Editora Rosa de Porcelana, Cabo Verde ( reprodução do facebook )

Não foi possível convencer muitos, inclusive os ligados à promoção do país, sobre a importância da parceria para estarmos juntos na Feira do Livro de Frankfurt. Ter-nos-á faltado engenho e arte para tanto. O certo é que na sexta-feira, dia 5, num seminário sobre os direitos de autor, publicação e tradução, estaremos a falar de Cabo Verde, dos autores cabo-verdianos e das suas obras à mão de serem “levadas para o mundo”. E nos próximos dias, estaremos também a montar o Stand (pequeno pavilhão) da Rosa de Porcelana (com livros, cartazes, folhetos, letreiros, bandeira de Cabo Verde) para a abertura oficial da Feira, no dia 10, ocasião para recepcionar a ministra da Cultura e altos funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Alemanha com alguns minutos de “welcome speach”, em que também falaremos da Rosa de Porcelana e do seu catálogo, assim como agradeceremos a oportunidade de participar no Invitation Programme. A ambição (que assenta como uma luva a esta participação) tem a ver com a internacionalização. A importância de se realizar o livro para além do produto cultural em si, mas também como bem a ser transacionado, em dinâmica de comercialização, importação e exportação. A importância ainda de colocar as editoras, os agentes, os tradutores e os escritores, em verdade toda a cadeia de valores do livro e dos direitos de autor, numa plataforma de internacionalização e de rede global. Bom mesmo era estarmos muitos e convergentes, criando uma pequena escala, uma plataforma e uma estratégia conjunta. Tivessemos podido convencer uns e outros a irmos juntos, na linha de Clarice Lispector em como “Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe.” A ideia não era apenas aqui chegar, mas ir mais, muito mais, longe...

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

ECONOMIA MUNDIAL NO FIM DO DIA 1 de outubro

 O ACORDO de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA), muito combatido pelo Presidente Trump, foi substituído pela Acordo Estados Unidos, México, Canadá (USMCA), substituição muito comemorada na Casa Branca; as trocas comerciais entre os 3 países equivalem a cerca de 1,3 tri de USD. 

A AGÊNCIA Standard & Poor's atualizou a sua lista das 5 economias mais frágeis do mundo, num bloco de desenvolvidas e "emergentes"; seriam Turquia, Argentina, Paquistão, Egito e Catar, em virtude - segundo esta agência - de estarem muito expostas às recentes altas de taxas de juro básicas (principalmente nos Estados Unidos); analistas contestam a presença do Catar; se este país fosse retirado entraria a Colômbia.

O PRESIDENTE Hage Geingob, da Namíbia, prometeu acelerar o processo de redistribuição de terras no seu país para corrigir as injustiças da história colonial e declarou ser necessário muito cuidado com as expropriações. 

Cotações: Euro/USD=1,1577. Petróleo: Brent (Londres)= 84,98, correspondendo a alta de 2,72% em 24 horas

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Literatura História e Pós Colonialidade

No 2° Encontro com essa temática, o meu romance  " A Ilha de Martim  Vaz " esteve em debate na sessão de encerramento. Na UFF, Niterói, RJ.
Edições : Mayamba (Luanda) Guerra e Paz (Lisboa) e Prismas ( Curitiba).

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Bissau: Colóquio sobre lutas de libertação

Cópia de mensagem de Carlos Cardoso que dirige o Centro de Estudos Sociais Amílcar Cabral ( Cesac)

PROGRAMA PRÉ-COLÓQUIO
20 Setembro, 19h-20h30
Centro Cultural Português em Bissau
Projeção do documentário ‘Tarrafal:
Memórias do Campo da Morte Lenta’
de Diana Andringa
Sess ão documental e debate com
Diana Andringa (realizadora)
Constantino Lopes da Costa (ex-preso político)
Miguel de Barros (CESAC)
moderação
Inês Nascimento Rodrigues (CES/UC)
26 Setembro, 19h-20h30
Centro Cultural Português em Bissau
Roda de Conversa
‘Heranças da Luta de Libertação’
Com
MC Mário (rapper), Sumaila Djaló (ativista),
Dautarin Costa (sociólogo)
moderação
Ilsa Cá e Sá (CESAC)
PROGRAMA COLÓQUIO
27 Setembro, Hotel Azalai
9h-9h30, Sessão de Boas-vindas
9h30-11h MESA 1 ‘Guerra Colonial’
Miguel Cardina (CES/UC)
“Memórias e contra-memórias da Guerra
Colonial”
Verónica Ferreira (CES/UC)
“Qual o nome desta guerra?” Mecanismos
e dinâmicas de construção de uma narrativa
da Guerra Colonial na Wikipédia”
Bruno Sena Martins (CES/UC)
“Memórias em busca de pátria: a guerra
colonial e as lutas de libertação”
11h30-13h MESA 2 ‘Internacional’
Teresa Almeida Cravo (FEUC/CES)
“A libertação da Guiné-Bissau vista a partir
do Ocidente”
Vincenzo Russo (Universidade de Milão)
“Desarquivando fantasmas. Terceiro-mundismo
e a solidariedade internacionalista: o caso
italiano perante a luta de libertação na Guiné”
Alexsandro de Sousa e Silva (USP)
“As «duas filmagens cubanas» da Guiné
em ‘Madina Boé’ (1968), de José Massip”
15h-16h30, MESA 3
‘Lugares de Memória’
Claudio Arbore (Universidade IULM
de Milão)
“Espaços simbólicos e atores de
memorialização na Guiné-Bissau: o caso da
rede de museus e memoriais da ONG Acção
para o Desenvolvimento”
Marília Lima (INEP)
“A Cidade de Bissau, os lugares da memória
dos movimentos de libertação Nacional”
André Caiado (CES/UC)
“Monumentalização da Memória da Guerra
Colonial em Portugal: processos e legados
em tempos pós-coloniais”
16h30-18h, Apresentação Livro
‘As Voltas do Passado’ + Debate
Apresentação
Carlos Cardoso (CESAC)
Moderação
Teresa Almeida Cravo (FEUC/CES)
Organizadores
Miguel Cardina e Bruno Sena Martins (CES/UC)
19h-20h30
Centro Cultural Português em Bissau
Roda de Conversa ‘A participação das
mulheres na luta de libertação’
Com
Odete Semedo (INEP), Ângela Coutinho (IPRI/
UNL e CEIS20/UC), Diana Andringa (CES/UC)
Moderação
Sílvia Roque (CES/UC)
28 Setembro, Hotel Azalai
9h-10h30, MESA 4 ‘Figuras’
Sílvia Roque (CES/UC)
“Amílcar Cabral: itinerários de memória”
Roberto Vecchi (Universidade de
Bolonha)
“Amílcar Cabral: uma política da filosofia.
Memórias conceituais e metafísica da
resistência”
Ângela Sofia Benoliel Coutinho (IPRI/
UNL e CEIS20/UC)
“As trajectórias dos dirigentes do PAIGC:
‘fundadores’ e membros do Comité Executivo
da Luta (1956-1980)”
11h-12h30, MESA 5 ‘Luta’
Rui Jorge Semedo (INEP)
“Conacri como Espaço Duplo: retaguarda de
luta e de produção e reprodução de conflitos”
Leopoldo Amado (CEDEAO)
“Memória e história da guerra de libertação
nacional: desdobramentos estratégicos-
-tácticos dos dispositivos no Teatro de
operações”
Sofia da Palma Rodrigues (CES/FEUC)
“Comandos Africanos: memórias e
testemunhos da Guerra Colonial e da
descolonização da Guiné-Bissau”
14h30-16h, MESA 6 ‘Arte’
Andrea Cristina Muraro (UNILAB)
“No bolso da bata sempre tinha uma noz de
cola: literatura e memória da luta de libertação
em Guiné-Bissau”
Jusciele Oliveira (Universidade do
Algarve)
“«Eu me inspiro na cultura do meu país»:
cinema, história, memória e identidades
culturais nas representações cinematográficas
de Flora Gomes”
16h-17h30, MESA 7 ‘Combatente’
Miguel Cardina e Inês Nascimento
Rodrigues (CES/UC)
“Construindo o Combatente da Liberdade
da Pátria em Cabo Verde: representações,
metamorfoses e ambivalências”
Ana Mouta Faria (CIES/ISCTE-IUL)
“A ‘guerra das memórias’ na Descolonização
da Guiné-Bissau: contributos para o
cruzamento de memórias de combatentes
adversários das FAP e PAIGC (1969-1974)”
Miguel de Barros (CESAC)
“(Des)Encantos – trânsitos de memórias
da figura do Combatente da Liberdade da
Pátria na música popular e de intervenção
na Guiné-Bissau”
19h-20h30
Centro Cultural Português em Bissau
Roda de Conversa ‘A memória da luta
de libertação nas artes’
Com
Agnelo Regalla (combatente e poeta), Flora
Gomes (cineasta), Adriano Gomes Ferreira
(músico) e moderação de Zaida Pereira
(Reitora da Universidade Católica/CESAC)
Coorganização
CESAC, INEP e CES
(projetos CROME e ECOS)
Apoio Camões , I. P.
organização APOIO
29 SETEMBRO, Hotel Azalai
9h-10h30, MESA 8 ‘Arquivo’
Victor Barros (IHC/UNL e CEIS20/UC)
“Arquivos Cruzados, Memórias Plurais
e Escrita da História”
Rui Vilela (Fundação Kunstfonds)
“Arquividade – a condição do arquivo”
Mustafah Dhada (California State
University)
“Warriors At Work: o que ainda pode contar
este livro da luta de libertação na Guiné-
Bissau?”
11h-12h30, MESA 9 ‘Heranças’
Jacqueline Freire (UFPA)
“Educação como emancipação na Guiné Bissau:
lutar para libertar, educar para descolonizar”
José Bento Rosa da Silva e Dayse Cabral
de Moura (Universidade Federal de
Pernambuco)
“«Ouvimos dizer e os nossos pais nos contaram»:
narrativas da luta de independência de Guiné-
-Bissau pelos filhos de ex-combatentes”
Fodé Abdulai Mané (INEP)
“Revisitar a constituição da República de Boé
para compreender as Utopias da construção
de um Estado Democrático”

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Tá maluco?

O ministro espanhol dos Negócios Estrangeiros disse que Trump sugeriu-lhe a construção de um muro no Saara para conter os imigrantes ilegais. A conversa foi em junho na Casa Branca. A Espanha não tem qualquer soberania no Saara, apenas possui duas pequenas cidades na costa marroquina (Ceuta e Melila), reivindicadas por Marrocos. 35.000 imigrantes ilegais chegaram a Espanha desde começo do ano, o número mais alto em toda a União Europeia e muito inferior ao dos alarmistas. O ministro disse que a Espanha  não concorda com a sugestão do Trump.

domingo, 16 de setembro de 2018

Angola e Portugal

Manifestação antirracista em Lisboa
Cartaz de boas vindas a Angola do primeiro-ministro português, António Costa

sábado, 15 de setembro de 2018

Sensual

De artistas a cientistas, são vários pensadores a considerarem a sensualidade como algo que nos define. A atitude perante ela também.
Mas não faltam repressores e repressoras . Até este blog já foi algumas vezes alvo de ataques por reproduzir imagens sensuais - como  arte ou como arma de protesto. Hoje reproduzo escultura do Hermitage de São Petersburgo, em foto do amigo Helder F. Curto:



quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Ministra Kamissa Camara



Kamissa Camara tomou posse como ministra maliana das Relações Exteriores e Cooperação Internacional, áreas onde tem grande experiencia por ter sido antes conselheira em diplomacia do presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keita, animadora nos USA do Forum de Estratégia para o Sahel, membro de comissão especial sobre África no Congresso norte-americano, etc. Não é por nada disso que a sua nomeação é importante e nem significa qualquer tomada de posição com relação ao presidente IBK. Em primeiro lugar é uma mulher na direção diplomática de país em guerra. Uma guerra desencadeada pelos jihadistas, cuja ideologia tem na opressão da mulher um dos eixos, impondo até normas de vestuário, submissão ao homem em tudo (até para se deslocar), etc. Vale a pena ver o filme "Timbuktu". Por ter muitas amigas que estiveram (ou estão) em lutas de alto risco pela democracia, tenho um respeito muito especial pelas mulheres portadoras de armas ou ligadas a esforço de guerra justa. Tive a honra de lutar ao lado delas em muitas das nossas lutas. Outro ponto: muitos governos, por razões eleitoreiras, nomeiam mulheres para postos ministeriais subalternos. Kamissa Camara está num ministério central e de dupla função. Não sei se ela é feminista. Tenho várias amigas africanas que não são e até o criticam. Recentemente uma disse-me que a História da rainha Njinga desmente a teoria ocidental de género e outra - com quem nem tenho boas relações - afirmou-se não feminista e sobretudo contra o que classificou de feminismo branco. Pessoas que optam por colocar a luta em bases mais amplas Sejam quais forem as posições da ministra sobre a matéria, a sua nomeação ( com mais outras dez mulheres no governo maliano) representa um grande avanço para os direitos humanos, em geral, numa região onde têm sofrido constantes desrespeitos. Mais um dado que me chamou a atenção. Kamissa é filha de malianos, nasceu em Grenoble (França) e viveu vários dos seus 35 anos de idade nos Estados Unidos. Tem as três nacionalidades e isso não impede as altas funções que exerce. São significados que ultrapassam a mera função governamental.

Furacão Florence

avança para a costa Leste dos USA. 1,7 milhão de pessoas receberam instrução para saírem de suas residencias ainda hoje. Sobretudo das Carolinas e da Virginia. Alerta máximo no D.C., Maryland e Georgia.

domingo, 9 de setembro de 2018

Angola - MPLA

O Presidente João Lourenço assume em congresso extraordinário a presidência do partido no poder em Angola. No seu discurso prometeu combater a corrupção e o nepotismo. Além da grande repercussão em Angola, este discurso é muito citado em Portugal e nos PALOPS, devendo repercutir em toda a região SADC (Comunidade de Desenvolvimento da África Austral).  Para vice-presidência foi eleita a deputada e jornalista Luísa Damião. João Lourenço apresenta-se como quinto presidente do MPLA, introduzindo um elemento importante na História do seu partido, pois até aqui, antes dele, só eram mencionados dois. Grandes alterações foram também introduzidas na composição do Bureau Politico, orgão executivo máximo, com substituição de mais de uma duzia de membros. O MPLA faz parte da Internacional Socialista.

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

A guerra a paz a água

Atelier V sobre esta temática. Em Paris no passado fim de semana. Fotos enviadas por Françoise Vergés. Se me enviarem resumos ou uma síntese, será publicado.

terça-feira, 4 de setembro de 2018

O Incêndio do Museu Nacional

Podia dar outros títulos. Por exemplo, inspirado de livro irônico e famoso de Woody Allen, copiar o seu título "Como acabar de vez com a cultura" ou do filme "Uma noite no museu" e escrever aqui "Os fantasmas da política à noite no museu". Bem... salvou-se menos de 10% do total dos 20 milhões de itens e vamos ver a importância desses menos de 10% comparando com os mais de 90% que acabaram. Todos por aqui protestam, fazem grandes declarações, desde conversas nos bares até aos gabinetes ministeriais ou oposicionistas, mas é importante sublinhar dois pontos: 1. as verbas do museu ( e de toda a área cultural) estavam em baixa desde há muitos anos; os cortes mais recentes nem foram, na altura, criticados pela atual oposição; 2. o número de visitantes do Museu Nacional em 2017 foi inferior aos vistantes brasileiros do Museu do Louvre, em Paris. Como pesquisador, interessa-me muito saber como vão prosseguir ( se prosseguirem) os trabalhos dos 90 pesquisadores fixos e as aulas. Quanto a pesquisas extra museu que recorriam aos recursos do Museu, já sabemos que estão seriamente comprometidas.
 

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Idlib: Nova grande batalha à vista na Siria

Indicações fortes de iminente ataque governamental contra este zona controlada  pela ex Al Nustra e Al Qaida. Inclusive declarações de Damasco e do ministro das Relações Exteriores da Rússia nesse sentido. Há cerca de 3 milhões de pessoas em toda a área e a ONU pede abertura de corredores humanitários para evacuar os civis. Eventuais bombardeamentos causarão um alto número de vítimas. Além desta zona há, também no Norte da Síria, uma região controlada por forças curdas e seus aliados árabes. No imediato esta região não parece ameaçada.

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Oficinas do Pensamento

Os Ateliers de la Pensée, criados em Dakar há 3 anos, vão abrir uma Escola Doutoral, para alunos/as de universidades africanas, a que se juntarão mais tarde afro-descendentes e internacionais em geral. Objetivo:." África pensar-se a si própria e pensar o.mundo", como define Achille Mbembe, membro do grupo pedagógico, que será composto por 2 filósofos, 2 economistas,.1 historiador e 1 politóloga. A Escola funcionará também em Dakar e em língua francesa.

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Acabou de sair em Paris

Para quem lê francês :
Recebi as fotos de Françoise Vergés, uma das organizadoras do livro.

sábado, 25 de agosto de 2018

sábado em agosto

Faleceu John McCain, 81, com câncer cerebral. Era Senador, foi candidato à  presidência dos Estados Unidos e prisioneiro de guerra no Vietnam. Na Fox Premium vi um episódio da série sobre Neruda que me parece muito boa, incluindo visão crítica. No campeonato francês o PSG ganhou ao Angers 3 a 1
No português Benfica 1 Sporting 1. Na segunda liga lusa a Académica joga amanhã.  No brasileirão o Flamengo também joga amanhã . Agora vou ver alguma coisa no Netflix.

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Na rádio em Boston

Deixando o link do programa Central da Manhã, do meu amigo Eduardo Oliveira, em Boston. Minha intervenção a partir do minuto 48:45.Se o link não funcionar com clic é  só fazer copiar/ colar:

https://www.facebook.com/ahoradanoticia/videos/1723687697753605/

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Excelente Justin Trudeau

Uma senhora racista interpelou de forma grosseira o PM do Canadá, atacando a sua política de hospitalidade em relação aos refugiados e perseguidos, procurando constrangê-lo
 Trudeau não é dos que se deixam intimidar e respondeu na mesma medida. Círculos conservadores criticaram o tom firme da resposta e ignoraram que foi defesa legítima e necessária.  Perante o racismo ou ataques à liberdade não se fazem concessões nem se mostra medo. Trudeau, aliás , já demonstrou que não tem medo nem dos ataques do vizinho Trump.