domingo, 24 de janeiro de 2021

Portugal eleições

 Marcelo Rebelo de Sousa reeleito Presidente com cerca de 60% dos votos. O candidato da extrema direita fica em terceiro lugar com um pouco menos de 12%, votos em maioria oriundos da direita tradicional. Extrema esquerda recuou muito. O Partido socialista, no poder, deu liberdade de voto e os socialistas votaram em maioria por Marcelo, enquanto uma minoria razoável votou na segunda classificada (que  somou 13%). O Presidente sai obviamente reforçado e o Primeiro ministro, António Costa, também.

sábado, 23 de janeiro de 2021

Populismos

 Há populismo de direita e de esquerda. A existência deste, com teóricos assumidos e espaço em jornais, foi surpresa para mim. Pensei que fossem isso mesmo mas que fizessem como os de direita: não se afirmasse como tal.

Ok.

O mais importante, porém, é ambos precisarem um do outro e darem a impressão que  a escolha é apenas um ou outro. Procuram bipolarizar. Por isso fazem guerra de narrativas, fake news e deformações da verdade sobre a esquerda democrática e os liberais. Querem apagar essas duas fortes correntes porque ambas são o oposto deles e podem fazer alianças eficazes contra eles.

Outro ponto comum aos dois populismos é serem ambos repressivos. Contrários à liberdade.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Biden

 Tomou posse sublinhando que foi a Vitória não de um homem mas de uma Causa - a democracia. Pouco antes prestou juramento a vice presidente K. Harris. Hino US muito bem cantado por Lady Gaga. Começa um período de correção das medidas predatórias anteriores e esperamos um forte recuo nas campanhas de falsificações e mentiras.




terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Faltam vacinas

 Na Europa a Pfizer avisou atrasos nas entregas. Ainda assim a França conseguiu iniciar vacinação de pessoas com mais de 75 anos. Em Portugal o  número de mortos é terrível para a dimensão populacional do país . África está com promessas de 270 milhões de doses. Muito pouco e sem datas seguras. Brasil com importação  de produtos de base para produção local imprevisível, pois há problemas de relacionamento com a Índia e China.


sábado, 16 de janeiro de 2021

O que está em falta

 Há uma falta  geral  no Mundo em somar poder com saber. Nuns países mais que outros. Na pandemia a gestão está até conflitiva  na matéria, quase por todo o lado. Como equilibrar saúde pública com meios de subsistência. Na Europa programaram vacinação com mau cálculo sobre abastecimento e ritmos de aplicação. No Brasil, deixaram Manaus cair em falta de oxigênio e está um massacre. África vive em stand by uma vez mais, agora sobre chegada  milagrosa de vacinas. Até um país como os Estados Unidos mostrou antagonismos insuportáveis na abordagem do próprio combate à pandemia.

Este atraso e estes recomeços de surtos são inevitáveis mesmo?

Os  níveis de eficiência    das vacinas  e os termos de referência são muitas vezes questionáveis devido ao fornecimento de dados incompletos ou aos soluços.  

O que escrevi na quarta-feira sobre o avião brasileiro que devia ir à Índia buscar vacinas está errado. A verdade é que anunciaram oficialmente dessa forma mas a Índia nunca tinha confirmado nem acertado nenhuma entrega de vacinas.

Pois é, vamos ao acaso que muitas vezes já favoreceu o Ser Humano. Esperemos que assim seja desta vez.

Eu espero um desses acasos milagrosos para ser vacinado. Wish me luck. 

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Oxigênio

 Espero ser vacinado na próxima semana. Falou -se quarta feira, 20. Agora quinta-feira, 21, porque o avião que vai buscar as vacinas na Índia atrasou os necessários preparativos. No Amazonas não há oxigênio e tem gente morrendo sufocada em casa. Há muito oxigênio em diversos pontos co Brasil mas grandes dificuldades no seu transporte aéreo. Noticiado pedido de ajuda a aviões dos EUA.

Não imaginava que o Brasil estivesse com insuficiência no transporte aéreo a esse ponto.

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Vacina nas Seicheles

 Primeiro país africano a iniciar campanha de vacinação. Começou domingo com 50 mil doses de Sinopharm oferecidas por Abu Dabi. Outra remessa igual deve chegar em breve. Prometidas até fim do mês 100 mil doses de Oxford produzidas na Índia. Seicheles tem pouco menos de cem mil habitantes e um IDH muito  alto. O turismo é o principal recurso. Naturalmente foi duramente atingido pela pandemia. O Presidente da República foi o primeiro vacinado.